17 de janeiro de 2014

Fifty Shades





vintage grandmother's coat . vintage turtleneck .  boots vagabond 


Hello dears,
Não desfazendo a satisfação dos lisboetas, mas gente, é apenas granizo, calma!
Nos dias de hoje um acontecimento dito "normal" torna-se o centro das atenções quando não há nada de mais interessante para ser falado. Cada vez acredito mais que Portugal não avança, por causa das pessoas que o lideram, que nos deveriam dar o exemplo do bom patriota... 

Cinzento, a cor já me era familiar muito antes de conhecer a trilogia, no entanto, torna-se verdadeiramente importante na medida em que herdo este sobretudo. Existem peças intemporais e eu estou certa que esta é uma delas. A cor é imparcial - transmite-me mil e uma sombras de recordações da minha avó. Não escondo a saudade e a felicidade de o ter comigo e poder desfrutar do bom corte e qualidade da peça. Mas sim, admito que sinto falta de quem o possuiu de quem me marcou. Espero eu também, um dia, marcar alguém como Ela me marcou. No entanto, é sempre um género de regalia usá-lo, desta vez, com as botas (do costume) Vagabond, para acompanhar na qualidade e primazia do look. E, como que combinando as sombras de cinzento e de certa forma inspirada no livro que me anda a tirar o sono capítulo após capítulo, aqui fica a minha submissão ao tema. 








);